segunda-feira, 30 de julho de 2012

Moedas Século XIX - Descobertas no Porto do Rio de Janeiro

Nove moedas de ouro, prata e bronze, com datas que variam entre 1854, 1857, 1867, 1868 e 1869, foram encontradas esta semana por pesquisadores da Biblioteca Nacional. O dinheiro do século XIX estava misturado a uma massa de papel jornal e foi identificado pelos especialistas que trabalham na restauração do que restou de um exemplar raro de um Diário Oficial de agosto de 1871.
Moedas de Ouro, Prata e Bronze - Século XIX

Segundo Jayme Spinelli, coordenador de restauração da Biblioteca Nacional, as moedas estavam misturadas ao resto da publicação, que foi achada dentro de uma caixa de madeira, no interior da pedra fundamental das Docas D. Pedro II, resgatada por arqueólogos do Museu Nacional na escavação do Porto do Rio no dia 4 de maio.

As moedas de 10, 20, 200, 500, 1000 e 2000 réis são da época do 2º Reinado e trazem o brasão do Império e o rosto de Dom Pedro II. De acordo com Jayme Spinelli, a equipe de especialistas vai entregar as moedas à prefeitura, para que elas sejam identificadas e analisadas, já que na BN o foco do trabalho é a restauração do jornal, que deve durar um mês.

O Diário Oficial e as moedas foram depositados no local na época da construção do prédio das Docas, que está lá até hoje, abrigando o galpão da Ação da Cidadania. Chamado originalmente de Armazém Docas D. Pedro II, aquele foi o primeiro prédio construído pela Cia Docas do RJ (1870), para armazenar os grãos trazidos pelos navios que atracavam no Porto do Rio. A obra foi feita pelo engenheiro negro André Rebouças, que era diretor de obras da Alfândega e não permitiu que fosse usada mão de obra de escravos na empreitada.
fonte: transcrito do jornal O GLOBO, sábado, 28/7/2012, página 22
colaboração: José Luiz Fernandes 

Nenhum comentário:

Postar um comentário