domingo, 15 de janeiro de 2012

500 MIL RÉIS - Emissão do Banco da Républica do Brasil

A cédula de 500 mil réis, emitida em 1893 pelo Banco da República do Brasil [1], tem como responsável pela impressão a Giesecke  & Devrient, Leipzig e  Laemmert & Cia., Rio de Janeiro.
Reverso: Vista do porto do Rio de Janeiro
Clique na imagem para ampliar
No reverso da cédula, em preto e rosa, em litografia, temos retratado a região litorânea da Baía da Guanabara e o porto do Rio de Janeiro.  No documento "O Rio de Janeiro nas Cédulas", de 1994, emissão do Centro Cultural do Banco do Brasil, descreve em detalhes o estampado na peça: 
"No centro, vista do cais Pharoux e proximidades, vendo-se, da esquerda para direita, a ponta do Calabouço, o Arsenal de Guerra, atual Museu Histórico Nacional, e, mais adiante, dando para o antigo Largo do Paço, hoje Praça Quinze de Novembro, o Hotel Pharoux, o edifício da Secretaria de Agricultura, Comércio e Obras Públicas, o cais Pharoux e a chaminé da casa de máquina da Alfândega. Em segundo plano, o morro do Castelo, com o Colégio dos Jesuítas e sua igreja. Ao fundo, o Pão de Açúcar."
No anverso temos as alegoria da Justiça e da Navegação, observa-se a perfuração formando a palavra  "Amostra".
 [1] - O Banco da República do Brasil foi criado em 1892, como resultado da fusão do Banco da República dos Estados do Brasil com o Banco do Brasil. Em 1896, perdeu o direito de emissão, assumindo o governo a responsabilidade exclusiva dos bilhetes bancários. Liquidado por lei em 1905, voltando à antiga denominação de Banco do Brasil.
fonte: CCBB e BCB
peça: Acervo do Museu de Valores do Banco Central do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário