terça-feira, 16 de agosto de 2011

Moedas Sociais no Brasil

Moedas sociais são citadas pela ONU como exemplo de economia criativa
Palmas, cocal, maracanã e castanha são algumas das moedas complementares em circulação em pelo menos dez estados brasileiros e 34 municípios. Também chamadas de moedas sociais circulantes locais, elas são uma importante ferramenta das finanças solidárias e podem apresentar variedade significativa de formas e denominações, conforme a localidade e os propósitos especiais para os quais tenham sido criadas. A importância dessas moedas na economia nacional foi reconhecida recentemente em relatório divulgado pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD). As moedas sociais dos bancos comunitários do Brasil são citadas em artigo como exemplo de economia criativa (sob o título Alternative currencies in Brazil, na página 55). O estudo aponta o Banco Palmas como o pioneiro na área e mostra que, hoje, existem mais de 50 bancos comunitários no país.
fonte: bcb e LD
cortesia: Simone F. G. de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário